Muito bem acompanhada

O livro de cabeceira, de viagem, de vida, de choro e de riso, de oração, de perdão, de ciúme e raiva, onde me encontro. Sempre.

Que destino contínuo se passa em mim na treva?

De quem é o olhar que espreita por meus olhos?

Porque quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser

Não sei. Anônimo de mim não posso erguer uma intenção

Nasci para ti antes de haver o mundo

Anúncios

Mais Pessoa…

Sentir é estar distraído

Para ser grande, sê inteiro

Vai alta no céu a lua da primavera

Se Lipo estava assim…

Se Lipo, ao fim da festa, estava assim, imagina o resto…