Madrugada

Acordei no meio da madrugada escura com as cortinas balançando ao vento que soprava pela janela aberta. Décimo andar de vizinhança concreta, o cheiro da maresia me invadiu completamente. Perfume de mar tomou conta de mim e eu me vi flutuando por cima dos prédios para mergulhar nas ondas de Copacabana. Virei para o lado e adormeci embalada pelo aroma de minha infância.
Anúncios

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s